Thursday, July 14, 2005

Maçonaria e Judaísmo - relação estreita

Desmascarar a maçonaria é vencê-la, disse Leão XIII

O primeiro Conselho Supremo da maçonaria foi constituído em 31 de maio de 1801, em Charleston, grau 33 de latitude norte, sob a presidência do judeu Issac Long, feito Inspetor Geral pelo judeu Moisés Cohen, que havia recebido seu grau em Spitzer, de Hyes, de Franken e do judeu Morin.

Eram, pois, judeus, os fundadores do primeiro Grande Conselho que havia de converter-se no centro da maçonaria cosmopolita. E o situaram nos EUA, em uma cidade escolhida precisamente no grau 33 de latitude norte. O Chefe Supremo vivia desde 1801 em Charleston. Este chefe era Albert Pike.

Os ritos e símbolos da maçonaria e outras sociedades secretas recordam constantemente a cabala e o judaísmo: a reconstrução do Templo de Salomão, a estrela de David, o selo de Salomão, os nomes dos diferentes graus, como por exemplo: cavalheiro Kadosh ("Kadosh" em hebraico significa santo), Príncipe de Jerusalém, Príncipe do Líbano, Cavalheiro da Serpente de Airain etc.) Finalmente, a maçonaria escocesa se servia da era judaica; por exemplo, um livro do maçon americano Albert Pike escrito em 1881, está datado de 'anno mundi 5641'.

O rabino Benamozegh escreveu o que se segue:

"Os que quiseram ter o trabalho de examinar cuidadosamente as questões das relações entre o judaísmo e a franco-maçonaria filosófica, a teosofia e os mistérios em geral, perderão um pouco de seu soberbo desdém pela cabala. Cessarão de rir depreciativamente diante da idéia que a teologia cabalística pode ter uma missão que cumprir na transformação religiosa do porvir".

Na carta de Colônia escrita em 24 de junho de 1535 falava de um diretor da maçonaria: o Grande Mestre Patriarca que ainda conhecido por muitos poucos irmãos existia; e Gougenot des Mousseaux indica que "esta seleção da ordem, estes chefes efetivos que muito poucos iniciados conhecem, funcionam nas proveitosa e secreta dependência dos cabalistas israelitas", e que os verdadeiros chefes da maçonaria são "os amigos, os auxiliares, os vassalos do judeu a quem acatam como soberano senhor".

O ritual maçônico tem evidente origem judaica: os símbolos, começando pela mesma bíblia, o escudo de armas, em que se trata de empregar heraldicamente as várias formas dos querubins descritos na segunda visão de Ezequiel, um boi, um homem, um leão e uma águia, as duas colunas do templo maçônico, recordam o templo de Salomão; a reconstrução do templo, que é a obra maçônica etc.

As lendas e catecismos, tomados em grande parte da bíblia, tergiversam quase sempre ao saber maçônico, especialmente a lenda de Hiram, que tão importante papel desempenham no ritual maçônico. As palavras usuais, como os nomes das colunas, as palavras de reconhecimento, os passes etc. A importância que se dá aos números, coisa muito própria da cabala, também é outro testemunho da influência cabalística na maçonaria.

Finalmente, os feitos, o reinado de terror, a explosão de ódio satânico contra a Igreja, contra Nosso Senhor Jesus Cristo, as horríveis blasfêmias em que prorrompiam os revolucionários maçons da França, não são mais do que a expressão e o cumprimento das aspirações das seitas cabalísticas e secretas que durante tantos séculos vinham trabalhando secretamente contra o cristianismo. O que os bolchevistas, os judeus em sua maioria, faziam na Rússia contra o cristianismo, não era nada mais do que uma reedição do que fizeram os maçons na Revolução Francesa.

Os primeiros onze graus da maçonaria (do rito escocês) são destinado a transformar o profano em "homem verdadeiro", no sentido maçônico; a segunda série que vai do grau 12 ao 33 há de consagrar ao Pontífice "Rei judeu" ou "imperador cabalístico". O que surpreende ao novato adepto de uma loja é o carater judaico de tudo que nela encontra. Desde o grau um até o 30 não ouve falar senão da "Grande Obra" de reconstruir o Templo de Salomão, do assassinato do arquiteto Hiram-Abiff, das colunas Boaz y Jakim (III Rs VII, 21), da multidão de palavras sagradas hebraicas e da Era Judaica, diferenciada por 4 mil anos da nossa, para não honrar o nascimento do divino Salvador. Por destrás de ter estabelecido firmemente a maçonaria nos diversos países cristãos, os judeus se asseguraram do predomínio dos Grandes Orientes em número e influência. Por outro lado, estabeleceram grande número de lojas formadas exclusivamente por judeus. Já antes da Revolução de 1789, os irmãos Von Ecker y Eckhoffen haviam fundado em Hamburgo a "Loja de Melquisedec", reservada a judeus. Os hebreus Von Hirschfeld y Cotter criaram em Berlim ao final do século XVIII a "Loja da Tolerância", com o fim de aproximar por meio da maçonaria os cristãos e os judeus.

Os dogmas da maçonaria são os da Cabala judaica e em particular do seu livro Zohar (luz). Na maçonaria é visível uma grande e especialíssima consideração pelos judeus: quando se fala de superstições jamais se meciona a religião judaica. Quando estourou a Revolução Francesa, se pediu com insistência a cidadania francesa para os judeus; rechaçada uma vez, se insistiu a pedi-la, e foi concedida. naquele tempo, ao mesmo tempo, se perseguia até a morte os católicos.

16 comments:

  1. Anonymous1:18 PM

    A maçonaria será destruida pelo resplendor da Gloria de Deus. O anticristo será banido desta terra para sempre e não haverá mais morte, nem choro, nem ranger de dentes...

    ReplyDelete
  2. A maçonaria é um limiar de trevas dentro do mundo onde abre portas secretas, proibídas e expeculares dentro dos ambientes iluminados pela glória de nosso Deus...
    A maçonaria é um teia mecânica usada pelo principe das trevas por meros homens de pouco conhecimento, onde Jesus menciona que são mais espertos que os filhos da luz (Lucas 16:8).
    A maçonaria é um seita conhecida e secreta que se apega ao dinheiro e ao todo que diz respeito a bens material (Lucas 16:13), deixando de glorificar ao criador para se vender ao deus desse século.

    ReplyDelete
  3. Excelente texto. Gostaria de mais alguns sobre o assunto.

    ReplyDelete
  4. Anonymous10:11 AM

    Por que a maioria das igrejas evangélicas (batista, metodista, presbiterianas) foram fundadas por maçons? Que Cristos os protestantes seguem então?

    ReplyDelete
    Replies
    1. eu gsotaria de saber mais sobre isso..me amande informacoes ..sou um militante pela puresa da pregacao do evangelho do filho do homem .por favor me mande fontes fies e verdadeiras

      Delete
  5. Anonymous3:06 AM

    Bom há alguma coisa errada ai!!

    Todos os missionários, que, vindos dos Estados Unidos e alguns da Inglaterra, aqui plantaram a semente bendita do Evangelho, eram maçons, inclusive o grande Simonton, fundador da Igreja Presbiteriana do Brasil.

    Estranho!!

    ReplyDelete
    Replies
    1. http://judaismoemaconaria.blogspot.com.br/2012/03/participacao-dos-judeus-na-reforma.html

      Delete
  6. Trostky5:12 PM

    Os maçons nada mais são do que burgueses que fizeram um clube fechado de ajuda mútua, que desejam dominar todos os meios de produção, deixando a população à margem dos ganhos. Fazem uma caridade aqui e outra acolá para ficarem com a consciência tranquila e poderem entrar no reino dos céus. Leem os livro judeu (bíblia) como verdade universal em pleno ano de 2010... parece piada.

    ReplyDelete
  7. bom se assim for teremos novamente uma onda de antissemitismo,pois segundo as informaçoes ai contidas,os judeus nao só controlam o mundo financeiro como preparam a "vitoria" de satanas .onde fica moises ,abraao?sera entao q as Escrituras sao uma farsa judaica?estou meio confuso!

    ReplyDelete
  8. Anonymous2:03 PM

    Os evangélicos que não enxergam a Luz e são ignorantes das Verdades históricas só falam asneiras. Me impressiona o fato de os "Senhores" criadores de várias vertentes evangélicas terem sido oriondos da Maçonaria (não sou Maçom), uma vez que a raiz do Protestantismo se ramificou em vários novos irmãos que fundaram novas Igrejas, a seus bel prazer (dinheiro, diga-se de passagem, que os donos de 99,9% das igrejas, evangélicas e católicas sabem muito bem ganhar). A História segue seu curso, e Judeus, Evangélicos, Maçons e Católicos vão todos para o mesmo buraco, aí eu quero ver quem será quem.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Sempre aparece algum bêbado metido a inteligente a atacar a Igreja Católica, mesmo com todas as evidências que todos os ataques sem fundamento algum partiram da maçonaria judaica, realmente o pior cego é aquele que teima em não enxergar.

      Delete
    2. http://judaismoemaconaria.blogspot.com.br/2012/03/participacao-dos-judeus-na-reforma.html

      Delete
  9. Anonymous5:50 AM

    Muitos dizem que têm Deus no coração
    Mas, através dos atos é que se conhece as pessoas.Se a maçonaria fosse de Deus, não haveria motivo de se guardar segredos. O amor de Deus é transparente e permanece para sempre. guardado nos corações quebrantados,não faz acepção de pessoas. Infelizmente, se aqueles que não se renderem ao pés do Senhor JESUS inclusive os maçons, estarão perdidos para sempre.

    ReplyDelete
  10. Gilson, aconselho a você ler mais seu Velho Testamento e observar como foi construído o Tabernáculo e, depois o Templo de David por Salomão, e verificar que suas Portas Secretas e Proibidas são as mesmas que vai encontrar por lá... cuidado com observações das quais voce parece não conhecer. Mas, partindo do princípio que você tem o direito à sua liberdade de expressão, apenas ratifico o pedido de leitura da sua própria Bíblia para não se decepcionar com seus comentários infundados e acabar encontrando-os em sua própria igreja. Vai achar também alguns dos seus pastores, frequentadores daquela Ordem...

    ReplyDelete
  11. Quanto à sua certeza da fé, louvo sua coragem. Não se esqueça que os evangélicos vieram do mesmo lugar dos Católicos, porque houve apenas uma tradução da Bíblia que já existia, e foram retirados livros dela - o mesmo mandamento encontrado no seu Apocalipse que diz que não se pode tirar nem um til ou J das escrituras, e vocês vivem com uma Bíblia decepata da "original", mudada ou não, era a "Palavra de Deus". Criar polêmicas não vai te levar para o "seu" céu, porque "Nem por força, nem por violência, mas pelo meu Espírito..." - Deus te abençoe e acalme o seu coração...

    ReplyDelete
    Replies
    1. Pelo contrário, "evangélico" nasceu da maçonaria, católicos não tem ligação direta alguma com a maçonaria! Não venha aqui falar merda apenas para não se converter, pois falando merda não precisará se converter, pois se inventa uma mentira e com base nesta mentira se ataca a Igreja Católica por algo que ela não é e se continua fora da Igreja com base nesta mentira, muito esperto mas, essa tática não funciona mais, é a mesma tática usada por todos os tipos de pessoas que não querem assumir que estão erradas, ataca-se a reputação de quem mostra que elas estão erradas, assim elas aparentemente tem a impressão que não estão mais no erro desmoralizando o juiz...

      Delete

Seja responsável em seus comentários. Caso se verifiquem comentários descontextualizados, ofensivos e/ou racistas, estes poderão ser apagados. Críticas ao catolicismo serão sumariamente apagadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...