Friday, May 11, 2007

Vamos Conversar Sobre Judeus e Eleições

Por Curt Maynard
09/05/07

Eu serei breve. Judeus dominam a era da mídia. Isso não é uma ficção anti-semita, uma acusação falsa, uma observação teimosa, ou uma opinião desinformada. Isso é um fato empírico. Para aqueles desligados ainda em dúvida, por favor leia "Who Rules America" (Quem Domina a América). [1] Desconstrua e prove que o artigo esteja errado se você puder, eu o encorajo a fazê-lo; somente reforçará o fato em sua mente uma vez perceba ser verdadeiro. Eu tenho sido acusado de anti-semitismo por muito diferentes pessoas por me recusar a omitir em meus escritos, algumas pessoas dizem que eu deveria estar culpando os sionistas, não os judeus, mas o fato da matéria é que eu não sei se todos os proprietários judeus das maiores redes de comunicação são sionistas, mas eu sei que eles são judeus étnicos. Em outras palavras, eu sou acusado de anti-semitismo por escrever a verdade. Assim seja, se dizer a verdade significa que eu seja racista e um anti-semita, eu posso viver com isso.

A França tem uma população de sessenta milhões. De acordo com a Enciclopédia Judaica Virtual,[2] a população judaica da França é de menos de 500,000, significando que os judeus compõem menos de 1% da população francesa. Apesar desse fato, um judeu, Nicolas Sarkozy é agora presidente da França. Sua oponente na eleição da última semana, Segolene Royal, é a "parceira de atividade" [significando não casada] do judeu François Hollande, líder do partido socialista francês. Para decompor isso de maneira simples, a despeito do fato que os judeus componham menos de 1% da população francesa, um judeu e uma mulher casada com um judeu compunham 100% dos candidatos que a França tinha que escolher até a eleição final presidencial. De qualquer forma, a vitória de Sarkozy está sendo celebrada por judeus do mundo inteiro.[3]

Ah! Por favor, Maynard, é só uma coincidência, certo? Errado! Na eleição presidencial dos EUA de 2004, a absoluta mesma não razoável amostra se manifestou entre os candidatos democratas, preste atenção isso é importante. As únicas escolhas viáveis para os democratas nas eleições primárias de 2004 eram as seguintes:

Howard Dean [casado com uma judia, Judith Steinberg, seus filhos estão sendo educados como judeus.[4]

John Kerry [entrou na corrida reivindicando ser um católico até que foi revelado que ele é realmente judeu, uma "surpresa" de acordo com Kerry, mas todavia um FATO]

Wesley Clark [judeu de acordo com a Wikipedia.[5] Clark realmente dirigiu-se a um grupo judeu durante a eleição declarando que "eu sou o filho mais velho, do filho mais velho, do filho mais velho – pelo menos cinco gerações, e eles eram todos rabis."[6]

Joe Lieberman [judeu ortodoxo][7]

O que isso significa é que 100% dos candidatos democratas viáveis nas primárias de 2004 eram ou judeus ou, no caso de Dean, casado com uma judia. Mas espere porque ainda vem o pior.

No lado republicano, nunca houve qualquer dúvida que Bush guardaria o endosso do partido. Poucos argumentariam hoje que George Bush é, sem qualquer dúvida, o presidente mais filo-semita da história do país. Bush tem deixado de lado a soberania americana, declarando publicamente que ele, e, portanto, os Estados Unidos apoiarão Israel sob quaisquer circunstâncias em uma guerra no Oriente Médio. A administração Bush tem colocado mais judeus étnicos em mais altamente sensíveis posições do que qualquer outro presidente na história americana, com a possível exceção de Clinton, que a propósito confirmou uma outra criptojudia chamada Madeleine Albright, que escondeu aqui sua ancestralidade judaica[8], exatamente da mesma forma que John Kerry e George Allen[9] fizeram. Albright, é claro, foi em outro tempo a Secretária de Estado que, como era esperado, mimou Israel e fez melhor por abafar a extensão dos crimes de Israel cometidos durante os anos Clinton.

A respeito de Bush e o número de judeus que ele nomeou para altas posições em sua administração.[10] Digno de nota é Michael Chertoff, que acumula uma das mais poderosas posições no governo dos EUA de hoje. Ele é Diretor de Segurança Nacional, [11] uma tarefa que o coloca em uma posição a fazer agora mesmo qualquer coisa que ele goste. Chertoff era a força principal por trás da prisão ilegal, e detenção inconstitucional e deportação do principal prisioneiro político da atualidade, Ernst Zundel.[12] Chertoff é obviamente judeu e um cidadão dual de Israel.

George Allen uma vez foi considerado ser um dos mais fortes candidatos republicanos [13] para a corrida presidencial de 2008; isto é, até que ficou revelado que ele também é um judeu pretendendo ser algo mais. Veja como Allen respondeu a um repórter que perguntou sobre sua ancestralidade judaica: converse sobre zangar-se [14] Por quê Allen ficou tão nervoso? O repórter revelou algo que arruinou anos e anos de cuidadosa orquestração? Eu penso que sim.

A intenção de escrever esse breve artigo é destacar o fato absolutamente não usual que os judeus estejam super-representados por dezenas dos milhares de tempos em posições de importância política nos Estados Unidos. Considere que eles representam somente 2.5% da população dos Estados Unidos e você entenderá como é que eu acho sua representação desproporcional em primárias presidenciais altamente inverossímil. Todos nós temos sido perfeitamente doutrinados com a idéia que os judeus são realmente especiais e altamente ambiciosos e isso se supõe explicar suas grandes amostras na política, no mundo acadêmico, nas ciências, na mídia etc. Eu pessoalmente penso ser bem mais verossímil que uma influência repressora judaica sobre nossa mídia explique melhor essas discrepâncias. Eu não fico particularmente impressionado pelas suas alegadas capacidades, apesar de tudo, olhe ao seu lado; é o mundo realmente um melhor lugar com judeus no leme?

No começo desse artigo, eu registrei o fato que a França tem agora um presidente judeu. Eu fiz isso somente para apontar no fim que esse não é um fenômeno isolado para a América, mas tem atormentado a Europa por décadas e é a verdadeira razão pela Europa ter passado o dacroniano "crime de ódio" e legislação de "discurso de ódio" que tem resultado no aprisionamento de milhares de patriotas europeus. Os políticos judeus são a força principal por trás da aprovação dessas leis, da mesma forma que eles estão tentando nos Estados Unidos. Esses judeus ocultam-se sob o manto de outras minorias, usando-as como se elas fossem o centro das preocupações, mas, em verdade, essas leis são desenhadas para nenhuma outra razão do que evitar a exposição e crítica dos judeus étnicos e suas políticas/agenda supremacistas.

Considere as palavras de Patrick Grimm, famoso escritor da Internet, webmaster de “Zionist Watch” e dissidente político como ele comenta sobre um excerto dos Protocolos que não pode ser convenientemente explicado distante dos clamores de anti-semitismo e inveja cega:

"Abaixo está apenas um excerto dos Protocolos que lhe ilustrarão quão bem os judeus traçam planos e avançando junto com seu horrendo curso, as conseqüências para o resto de nós sejam malditas. Ah, mas eu suponho que todos os pequenos grupos de direitos civis judeus simplesmente rotulariam essas verdades como uma "ficção", uma de suas favoritas terminologias como artimanhas quando alguém aumenta a temperatura. Não, provavelmente seria um "líbelo de sangue" como todo outro ataque e exame de delitos judeus é convenientemente chamado. Eis o excerto prometido":[15]

NÓS CONTROLAMOS A IMPRENSA

4. NADA SERÁ COMUNICADO À SOCIEDADE SEM NOSSO CONTROLE. Esse resultado já foi alcançado em nossos dias, porque todas as notícias são recebidas por diversas agências, que as centralizam de toda a parte do mundo. Essas agências estarão, então, inteiramente em nossas mãos e só publicarão o que consentirmos.

5. Se no momento atual, já soubemos apoderar-nos dos espíritos das sociedades cristãs de tal modo que todos olham os acontecimentos mundiais através dos vidros de cor dos óculos que lhes pusemos nos olhos, se já, em nenhum Estado, não há mais fechaduras que nos impeçam o acesso de que os cristãos tolamente denominam segredos de Estado, o que será quando formos os donos reconhecidos do universo sob o domínio de nosso rei universal...

6. Quem quer que deseje ser editor, bibliotecário ou impressor, será obrigado a obter um diploma, o qual, no caso de seu possuidor se tornar culpado dum malefício qualquer, será imediatamente confiscado. Com tais medidas, O INSTRUMENTO DO PENSAMENTO SE TORNARÁ UM MEIO DE EDUCAÇÃO NAS MÃOS DE NOSSO GOVERNO, O QUAL NÃO PERMITIRÁ MAIS AS MASSAS POPULARES DIVAGAREM SOBRE OS BENEFÍCIOS DO PROGRESSO. Quem é que, entre nós, não sabe que esses benefícios ilusórios levam diretamente a sonhos absurdos? Desses sonhos se originaram as relações anárquicas dos homens entre si e com o poder, porque o progresso, ou melhor, a idéia do progresso foi que deu a idéia de todas as emancipações, sem fixar os seus limites... Todos aqueles que chamamos liberais são anarquistas, senão de fato, pelo menos de pensamento. Cada qual deles busca as ilusões da liberdade e cai na anarquia, protestando pelo simples prazer de protestar...

Grimm conclui como se segue:

"Isso existe, povo. O ditado 'Nós Controlamos a Imprensa' já foi atingido. Em verdade, é hoje axiomático que a mídia é um domínio judeu. Seu controle de nossos pensamentos e "formas de pensar" é uma conclusão necessária. Quando eles declaram "Se no momento atual, já soubemos apoderar-nos dos espíritos das sociedades cristãs de tal modo que todos olham os acontecimentos mundiais através dos vidros de cor dos óculos que lhes pusemos nos olhos", nós podemos agora seguramente proclamar "MISSÃO CUMPRIDA" por nossos reis judeus, senhores e mestres! A maioria dos norte-americanos vêem eventos, pessoas, lugares e coisas através dos olhos judaicos e pensam "judaicamente" de formas que são provavelmente mais subconscientes do que explícitas."[16]

Acorde, América, você está sendo ludibriada!

Algumas boas notícias: de acordo com um artigo que eu li essa manhã, a ABC News está reportando silenciosamente em seu website, não em sua rede de televisão, que 2,5 milhões d norte-americanos não mais estão assistindo televisão conforme eles faziam um ano atrás.[17] Esse é verdadeiramente um bom sinal – revela que 2,5 milhões de norte-americanos já acordaram!

[1] http://www.natall.com/who-rules-america
[2] http://www.jewishvirtuallibrary.org/jsource/Judaism/jewpop.html
[3] http://rs6.net/tn.jsp?t=jnx4u4bab.0.o4efv4bab.u7bw8rbab.165&ts=S0238&p=http%3A%2F%2Fwww.israelforum.com%2Fblog_article.php%3Faid%3D735690
[4] http://en.wikipedia.org/wiki/Judith_Steinberg_Dean
[5] http://en.wikipedia.org/wiki/Wesley_Clark
[6] http://www.jewishsf.com/content/2-0-/module/displaystory/story_id/724/edition_id/4/format/html/displaystory.html
[7] http://en.wikipedia.org/wiki/Joe_Lieberman
[8] http://www.jewishsf.com/content/2-0-/module/displaystory/story_id/5528/edition_id/102/format/html/displaystory.html
[9] http://www.raisingkaine.com/showDiary.do?diaryId=4573
[10] http://www.biblebelievers.org.au/bushlist.htm
[11] http://www.dhs.gov/xnews/releases/pr_1175701268012.shtm
[12] http://www.ihr.org/news/030923Zundel.shtml
[13] http://www.pbs.org/newshour/bb/politics/july-dec06/sp_08-18.html
[14] http://www.raisingkaine.com/showDiary.do?diaryId=4573
[15] http://zionistwatch.blogspot.com/2007/05/protocols-and-you.html
[16] http://zionistwatch.blogspot.com/2007/05/protocols-and-you.html
[17] http://abcnews.go.com/Entertainment/wireStory?id=3153605

3 comments:

  1. Thanks for translating my article into Spanish and posting it.

    Yours,

    Curt Maynard

    ReplyDelete
  2. Obrigado pelas informações, essa é a principal batalha desta guerra, a batalha da informação!

    Nunca irei esquecer do q os judeus fizeram matando 10 milhões de camponeses ucranianos de fome, crianças suplicando alimento a seus pais e estes sem nada a poder fazer... se fosse um russo não teria feito isso, mas um judeu não se importa, pelo contrario.

    ReplyDelete
  3. promessa eles seriam os donos do mundo (romanos 4:13)

    ReplyDelete

Seja responsável em seus comentários. Caso se verifiquem comentários descontextualizados e criminosos, estes poderão ser apagados.

Ofensas ao catolicismo serão sumariamente apagadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...