Saturday, February 11, 2012

Cristãos são discriminados por judeus em Israel

O Estado de Israel reconhece a presença de cerca de 10 mil judeus que se converteram ao evangelho e aceitaram que Jesus Cristo é o verdadeiro Messias, senhor e salvador de suas vidas. No entanto, a situação não é fácil para os crentes, que têm sofrido ataques, principalmente dos judeus ortodoxos.

Informativo anual sobre a liberdade religiosa realizado pelo Governo dos Estados Unidos denuncia que até mesmo o Ministério do Interior israelense persegue os cidadãos do país que se tornaram cristãos.

Este mesmo boletim informativo mostra que Israel ameaça revogar a cidadania e os benefícios oferecidos pelo Estado às pessoas que eles descubram crerem em Jesus como o verdadeiro Messias e salvador de suas vidas.

O advogado Caleb Mayers, um judeu convertido que leva para a Justiça os casos encontrados na comunidade cristã israelense, revela que existem organizações judias que se declaram antimissionárias.

“Eles nos denunciam sistematicamente com o objetivo de nos tirarem a cidadania, a residência e as nossas licenças para dificultar a imigração de cristãos. Já são cerca de 350 casos judiciais e 15 desses subiram para o Tribunal Supremo e ganhamos em todos. A Justiça israelense trabalha muito bem”, disse Mayers que estima existirem em torno de 10 mil judeus convertidos em Israel.

Em um caso relativamente recente, uma família cristã recebeu um pacote-bomba que deixou ferida uma menor. O autor do atentado foi um extremista judeu chamado Yaakov Keitel, de 37 anos, que também tem ligação com outras agressões contra homossexuais, muçulmanos e cristãos.

Ainda que continuem a ser uma pequena comunidade, o crescimento do número de judeus cristãos tem surpreendido. De cerca de 350 há alguns anos agora já são milhares convertidos a Jesus.

O GRANDE PROBLEMA É A EVANGELIZAÇÃO

Joel Werberg, rabino especialista em relações interreligiosas diz que um judeu convertido encara Jesus Cristo quase da mesma forma que um cristão evangélico. Existem aqueles que se vestem como os ortodoxos e guardam todos os jejuns e aqueles que adaptaram alguns aspectos do judaísmo. Para Israel o grande problema está nos evangélicos que atuam como missionários. Eles veem a atuação dos evangélicos como a dos muçulmanos, pois temem que possam prejudicar a crenças judias.

Salo Kapusta, judeu de família ucraniana, criado na Venezuela e líder de uma das comunidades cristãs em Jerusalém diz:

“Não fazemos proselitismo, mas se alguém nos pergunta explicamos nossa fé, que Jesus é o Messias e o filho de Deus”, garante Salo, conceituado guia turístico que participa de uma comunidade que conta com um parque temático bíblico para onde se dirigem grupos de cristãos de todas as vertentes doutrinárias.

SIONISMO EXTREMO: UMA RELIGIÃO

“Os primeiros cristãos cumpriam as leis judaicas, mas desapareceram com as guerras entre os anos 70 dC e 135 dC. Os atuais judeus cristãos são um movimento moderno que desgosta os ortodoxos e os sionistas políticos. Em Israel, 80% dos judeus se declaram agnósticos ou ateus”, diz o padre Vincent Nagle, secretário do Patriarcado Latino em Israel e que vê o sionismo como uma religião oficial.

“Há rabinos que pregam que o Messias prometido não é uma pessoa e sim o Estado mesmo”, diz Nagle.

Tradução e adaptação: Milton Alves
Fonte: site Noticias Cristianas

10 comments:

  1. Anonymous6:48 PM

    Vejem iste vídeo! Turistas cristãos são atacados e ofendidos em israel no sabbat; dia "sagrado" dos judeus.

    http://www.youtube.com/watch?v=_sFiGFaNvLg

    ReplyDelete
  2. Esse vídeo é bem conhecido.

    ReplyDelete
  3. E tem evangélicos apoiando mortes de crianças PALESTINAS...

    ReplyDelete
    Replies
    1. Não sei onde vc viu isto, mas nenhum ser humano seja de qualquer religião apoiária morte de crianças, quem faz isto é um criminoso. Pense para falar, vc julga o ato de uma pessoa por um povo inteiro! Que DEus te abençoe!

      Delete
  4. Que fique claro que nao existe judeu convertido , existe aquele que era judeu e abandonou o judaismo e aderiu o cristianismo , portanto nao existe este termo judeu cristao, ou ele e judeu ou e cristao , judeu legitimo nao aceita de forma alguma as ideias de jc ou igrejas seja ela qual for

    ReplyDelete
  5. Em países islâmicos eh pior

    ReplyDelete
    Replies
    1. É nada. Somente em países como a Arábia Saudita, parceira histórica de Israel, é que se pode ver um tratamento desumano. No Irã tratam os cristãos com muito mais benignidade do que em Israel.

      Delete
  6. O cristianismo não é de origem judaica.

    http://cafehistoria.ning.com/profiles/blogs/o-engano-e-os-enganados

    ReplyDelete
  7. O cristianismo não é de origem judaica.

    http://cafehistoria.ning.com/profiles/blogs/o-engano-e-os-enganados

    ReplyDelete
  8. Eu fico imaginando, o que Deus o nosso Pai amado, pensa de seus filhos que não entendem que Deus e amor.
    E quem não ama não conhece a Deus!
    Mas mesmo assim o amor de Deus pelos seres humanos, que Ele criou a sua imagem e semelhança e tão alto, tão extenso, que Ele diz: "buscar-me-eis e me achareis, quando me buscarem de todo o vosso coração"
    Yechua disse: Deus procura verdadeiros adoradres, que o adoram em espírito e em verdade.
    Até onde vocês imaginam que vai o amor de Deus?

    ReplyDelete

Seja responsável em seus comentários. Caso se verifiquem comentários descontextualizados e criminosos, estes poderão ser apagados.

Ofensas ao catolicismo serão sumariamente apagadas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...